TRATAMENTO

Cirurgia Oral

A Cirurgia Oral é a especialidade da Medicina Dentária que diz respeito ao diagnóstico/tratamento cirúrgico de doenças, lesões e problemas dos dentes, da boca, dos maxilares e estruturas anexas.

 

A Cirurgia Oral compreende extrações dentárias, quer de dentes presentes na arcada, quer de dentes inclusos, cirurgia endodôntica (no caso, por exemplo, de insucesso do tratamento endodôntico), cirurgia de patologia quística ou tumoral, cirurgia periodontal, cirurgia implantar, cirurgia pré-protética (cirurgia de preparação da boca antes da colocação de prótese dentária), cirurgia de lesões infecciosas e traumatologia oral.

 

Os atos cirúrgicos, realizados na cavidade oral, são traumáticos mas podem ser minimizados. Deverá ser feito uma preparação prévia, que inclui a história clínica, o diagnóstico e o planeamento adequado da intervenção cirúrgica. Elegendo uma técnica anestésica adequada, assim como uma técnica cirúrgica atraumática e uma terapêutica pós-operatória eficaz, obter-se-á um elevado conforto, durante e após o ato cirúrgico.

 

Se o procedimento cirúrgico for realizado sob anestesia local, o paciente deverá evitar um período longo de jejum na hora da cirurgia. Só no caso de ser submetido a anestesia geral, é que deverá estar em jejum várias horas antes, mas sempre sob indicação médica. Os cuidados pós-operatórios que os pacientes deverão ter são essencialmente:

 

• Aplicar gelo no rosto, sobre a região operada, durante 24 a 48H, em períodos alternados de 10 a 15 minutos. Envolver o gelo num pano, para evitar queimaduras na face;

• Dieta mole / líquida e fria nas primeiras 24 a 48H (ex. gelados, iogurtes, gelatina, etc.);

• Dormir com a cabeça mais elevada (ex. usar 2 almofadas);

• Evitar a exposição ao sol e ao calor, assim como esforços físicos até à remoção da sutura;

• Escovar a ferida operatória com cuidado, utilizando preferencialmente, uma escova cirúrgica;

• Fazer bochechos leves 2 a 3 vezes por dia com um anti-sético oral, durante um minuto, iniciando somente 24 horas após a cirurgia, evitando assim, a desorganização do coágulo.

• Evitar fumar;

• Cumprir escrupulosamente a medicação prescrita. É normal sentir um sangramento ligeiro nas primeiras 24 horas. Se esse sangramento for mais intenso (hemorragia), o paciente deverá dobrar uma ou mais compressas de gaze esterilizadas, colocar sobre a região sangrante e comprimir com os dentes oponentes até controlar a hemorragia. Se, porventura, necessitar de aplicar mais compressas não deverá remover a primeira, aplicando outra sobre esta.

 

O paciente deverá aplicar gelo e evitar deitar-se. Se a hemorragia persistir terá que contactar o seu Médico Dentista.

CASOS CLÍNICOS

Casos de Cirurgia Oral

CONSULTAS

Marque a sua consulta